14/07/14

Deixem-me desabafar, por favor....

Estávamos a 8 de Julho... Era uma terça-feira em que se jogava uma meia-final do campeonato do mundo de futebol (foi aquele terrível dia para a selecção canarinha) e, à mesma hora, uns quarenta e cinco loucos por boa música portuguesa dirigiram-se ao Teatro Académico de Gil Vicente.
Nessa noite apresentava-se o 'trio pessoa' composto pela violoncelista RAQUEL REIS, pelo violinista OTTO PEREIRA e pelo pianista JOÃO CRISÓSTOMO. Preparavam-se para interpretar o "Trio" de António Fragoso, um outro "Trio" (ainda sem nome) composto para eles por Mário Laginha, a composição "Drives" de Vasco Mendonça e um arranjo criado pelo próprio 'trio pessoa' de música tradicional portuguesa.
Saí do TAGV uma hora e meia depois e com a sensação de que tinha ouvido um dos melhores concertos dos muitos que tive o prazer de ouvir este ano. Parece exagero, mas a qualidade extraordinária dos intérpretes, aliada à criteriosa escolha e alinhamento do reportório fizeram deste evento concertístico algo de sublime, de etéreo que provocou nos 'sortudos' espectadores uma alma cheia...
De Fragoso é difícil falar, mas ouvi muitas observações de que tinham escutado a 'sua' obra prima; de Mário Laginha apenas desejo dizer que a peça entra facilmente nos nossos ouvidos e  é muito bela 'sentindo-se' que o Autor a escreveu pensando naqueles excelentes intérpretes que têm um lindo projecto de divulgar a boa (muito boa...) música portuguesa.  Seguiu-se a "Drives" de Vasco Mendonça. Soubemos que é uma das suas primitivas composições e que foi escrita quase no final dos seus estudos. Mas, apesar de se sentir um certo ar de juventude, vê-se que ela é muito bem construída e que já revela aquele grande compositor de que tanto gostamos. Finalmente, e para, no dizer de João Crisóstomo, o final do concerto mostrou-nos não só a veia criativa do 'trio pessoa', como a sua capacidade e excelência interpretativa. Um cantar alentejano, outro açoreano e, finalmente, um corridinho algarvio fecharam este concerto quase que solicitando ao extasiado público que não percam qualquer actuação deste 'trio pessoa', pois dificilmente se irão esquecer destes três artistas que um dia resolveram juntar-se para nos darem BOA MÚSICA PORTUGUESA.



Por isso apelo a todos os leitores deste blogue que adiram à operação de crowdfunding que o 'trio pessoa' lançou para poderem editar em CD este belíssimo concerto, pois garanto-vos que a causa deles é nobre e em prol da Música Portuguesa. Aqui vai o link do crowdfunding e corram a dar-lhes um pequeno auxílio em prol da boa música portuguesa e dos seus óptimos intérpretes: http://ppl.com.pt/pt/prj/trio-pessoa


É um acto de grande empenho na CULTURA PORTUGUESA...por favor, comecem já a ajudá-los e sem demoras.

26/06/14

BOA MÚSICA PORTUGUESA... PELO "TRIO PESSOA"


RAQUEL REIS, violoncelista, OTTO PEREIRA, violinista e JOÃO CRISÓSTOMO, piano, constituem o TRIO PESSOA  que nos apresenta um projeto musical novo que tem como origem a paixão comum pelo repertório de trio com piano e pela boa música de autores portugueses. 

Criado em 2010, o TRIO PESSOA é composto por músicos eméritos, dois deles membros dos naipes de cordas da Orquestra Gulbenkian  tendo o pianista terminado a sua licenciatura na Academia Nacional Superior de Orquestra com a nota máxima de 20 valores.

Procuram, com este ambicioso projeto, divulgar a música escrita por autores portugueses para trio com piano e abrir  novos horizontes para a criação de novas obras.

O concerto do próximo dia 8 de Julho, no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, será um belo exemplo destes ideais do TRIO PESSOA, pois do seu programa constam as seguintes obras:


  • ANTÓNIO FRAGOSO - Trio em Dó Sustenido Menor
  • MÁRIO LAGINHA -  Trio para Violino. Violoncelo e Piano
  • VASCO MENDONÇA - 'Drives' para Violino, Violoncelo e Piano
  • Música Popular Portuguesa, num arranjo do Trio Pessoa

Cremos que, com este programa, o TRIO PESSOA está a prestar um importantíssimo serviço à cultura musical portuguesa. E, de certeza, o público que assistir a este evento musical não dará a noite como perdida.

E atrevemo-nos a dizer: obrigado TRIO PESSOA por nos dar excelente música portuguesa.

16/05/14

Hoje, só vou falar de um pequeno concerto... mas é muito especial.

De que se trata?

No próximo dia 21 do corrente mês de Maio, pelas 18,00 h. e na Biblioteca Joanina, da Universidade de Coimbra, vai ter lugar uma cerimónia com um significado muito, muito especial... trata-se da

DOAÇÃO DO ESPÓLIO DE ANTÓNIO FRAGOSO à Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, acto para o qual todos os fragosianos estão convidados a assistir. Finda a assinatura do contrato de doação, serão interpretadas, pelos pianistas Margarida Prates, Pedro Afonso Ribeiro e Manuel Araújo, algumas das suas peças para piano mais marcantes
  


Com este gesto, os Herdeiros de António Fragoso, e a sua Associação António Fragoso, estão a contribuir para o cumprimento de um dos seus principais objectivos estatutários que é a divulgação plena da sua obra, a musical  -  mais conhecida - e a literária - completamente inédita.
Mas não creiam que, com este gesto, a Associação António Fragoso termina com a sua permanente acção de dar conhecimento da sua obra a todo o mundo, visto que a totalidade deste Espólio foi previamente digitalizado. Além disso, e a partir de agora, os originais serão preservados e recuperados com base em técnicas bibliotecárias de conservação de manuscritos, os alunos e estudiosos da Obra de Fragoso têm agora o acesso mais facilitado e, nós, na Associação, vamos prosseguir com as acções de tornar António Fragoso mais um imortal da música mundial.
É uma promessa que queremos e vamos cumprir.  As novidades vêm muito em breve...

04/05/14

PIANO E ORQUESTRA EM GUIMARÃES. Grande oportunidade de passar um belo início de noite na sexta-feira, dia 9 de Maio


ILARIA LOATELLI é a pianista que vai interpretar, conjuntamente com a ótima ORQUESTRA DO NORTE, o concerto nº 1 para piano e orquestra de Tchaikovsky.

Acreditamos, dada a valia imensa de todos os artistas nele envolvidos, que será um concerto que dificilmente será esquecido.   Por isso, vos convidamos a não perderem este momento de Grande Música, que terá lugar no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, na próxima sexta-feira, dia 9 de Maio, pelas 21,30 h. 

Ilaria Loatelli é uma extraordinária pianista, premiadíssima em concursos internacionais, que frequenta a classe de Mestre Aquiles Delle Vigne na 'Academia Internacional de Música de Coimbra'. Acabou de gravar um disco para a 'Associação António Fragoso'.

Por sua vez a  ORQUESTRA DO NORTE,   já é suficientemente reconhecida  -   e superiormente gerida pelo seu Maestro titular J. Ferreira Lobo  - para, em conjunto, nos darem um concerto que classificaríamos de 'inolvidável'. Do programa fazem parte o já referido Concerto nº 1 de Tchaikovsky e a Sinfonia nº 4 de J. Brahms.


A excelente Orquestra do Norte vai, neste concerto, ser dirigida pelo conceituado Maestro VLADIMIR KIRADJIEV de nacionalidade russa, mas há muito a viver e dirigir orquestras na Áustria, Alemanha, França, Itália, Suíça, Bulgária, Rússia, México, Colômbia, China e Polónia onde atualmente desempenha as funções de primeiro Maestro convidado da Opera Estatal Szcz.

Guimarães pode orgulhar-se de poder oferecer aos seus habitantes (e não só) este concerto que aconselhamos vivamente a não faltarem.


28/04/14

Grande Recital "OS PRIMÓRDIOS DO MODERNISMO"

                                                                                                    GALINA ZHUKOVA

Esta é a pianista que, às 21,30 h. do próximo dia 7 de Maio e no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, tocará peças de compositores do princípio do século XX, num concerto comentado pelo Mestrando da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, João Figueiredo.
Galina Zhukova é uma extraordinária pianista já galardoada com numerosos prémios em competições internacionais de piano e é também professora assistente de piano na Universidade de São Petesburgo, Rússia, e, simultâneamente, é aluna de Mestre Aquiles Delle Vigne, na cada vez mais reconhecida 'Academia Internacional de Música de Coimbra'.

Do programa destaca-se: 

Mily Balakirev  - "Dumka"(1901)
Claude Debussy  - "L'isle Joyeuse"(1905)
Sergei Lyapunov - "Summer Night" (1910)

Sergei Rachmaninov -  Étude- tableau op. 33 "The Snowstorm" (1911)
                                         -  Prelude g-moll op.23
Karol Szymanowsky -  Don-Juan's Serenade from "Masques" (1916) 


Venha deliciar-se, ouvindo uma virtuosa pianista num concerto que vai perdurar na sua memória, tal é a 'alma' e a técnica da concertista, mas também pelas composições por ela interpretadas, de uma beleza inesquecível.