30/11/09

Nocturno para Orquestra

"Nocturno para Orquestra", de António Fragoso, pela Orquestra Sinfónica Simón Bolívar, dir. Jesús Ignacio Pérez Perazzo.

Transcrição do Nocturno em Ré Bemol Maior, para piano, composta no último ano da sua vida, esta é a única obra de António Fragoso para orquestra cuja partitura se preservou. Em 2009, foi tocada em Lisboa em dois concertos, pela Orquestra da Escola Superior de Música de Lisboa, sob a direcção de Martin André, e pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, dirigida por Cesário Costa - rompendo um silêncio de quase três décadas em que praticamente não foi dada a ouvir em Portugal. Na Venezuela, pelo contrário, foi introduzida em programas de concertos e gravada em CD, pela mão do maestro Jesús Ignacio Pérez Perazzo, à frente das orquestras sinfónicas da Venezuela e Simón Bolívar.

Sem comentários:

Enviar um comentário