17/11/16

Uhau!!!! que concerto....

sempre gershwin

um concerto absolutamente sublime....

De facto, o concerto dado pela Orquestra OPUS 21, que teve como solistas os  pianistas Diogo Simões e Rodrigo Ayala e a cantora Beatriz Louro, fizeram no passado dia 12, sábado e no CAE - Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz,  um singelo, mas absolutamente fantástico, TRIBUTO A GEORGE GERSHWIN.

"Variações sobre I got a rhythm ", a versão orquestral de Miles Davies da grande ópera "Porgy& Bess" abriram o concerto e logo o público não regateou aplausos a quem tocou tão bem; seguiram-se  6 canções pela contralto Beatriz Louro, que marcaram uma época e encantaram de tão bonitas são; e, finalmente, a belíssima "Rhapsody in Blue" com novos arranjos e a Orquestra OPUS 21 com um som de grande qualidade.

Que dizer mais? Que a todos os que não estiveram no CAE a assistir a este concerto só direi que perderam um concerto SUBLIME.
DIREÇÃO DO MAESTRO RELVA PEREIRA, A ORQUESTRA OPUS 21 E O PIANISTA RODRIGO AYALA interpretando a "Rhapsody in Blue" do enorme G. Gershwin

28/10/16

SEMPRE GERSHWIN

SEMPRE GERSHWIN

Dia 12  de Novembro de 2016, pelas 21,30 h, no
CAE – Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz




A Orquestra OPUS 21

Trata-se de um Tributo ao enorme George Gershwin, que tão bela música nos deixou e que é um compositor verdadeiramente imortal.
A Orquestra OPUS 21, da Associação António Fragoso e superiormente dirigido pelo Maestro Doutorando Francisco Relva Pereira, vai interpretar algumas dessas músicas imortais: "Variações sobre I GOT A RHYTHM”, numa orquestração para piano e orquestra do próprio Gershwin; segue-se a versão orquestral de Milles Davies da belíssima ópera “PORGY & BESS” (esta adaptada à formação da OPUS 21); depois ouvir-se-ão quatro ou cinco das mais famosas "Canções" de George e seu irmão Ira Gershwin e interpretadas pelo grupo de cantores da OPUS 21; e, para finalizar, tocar-se-á a “Rhapsody in Blue”, uma inesquecível peça musical. Os pianistas Diogo Simões (I Got a Rhythm) e Rodrigo Ayala (Rhapsody in Blue) foram recomendados pela Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne, um selo de garantia de qualidade.
RODRIGO AYALA-pianista
DIOGO SIMÕES - PIANISTA











Promete-se a quem for a este concerto que:
 nunca mais se irão esquecer deste “SEMPRE GERSHWIN”.



14/07/14

Deixem-me desabafar, por favor....

Estávamos a 8 de Julho... Era uma terça-feira em que se jogava uma meia-final do campeonato do mundo de futebol (foi aquele terrível dia para a selecção canarinha) e, à mesma hora, uns quarenta e cinco loucos por boa música portuguesa dirigiram-se ao Teatro Académico de Gil Vicente.
Nessa noite apresentava-se o 'trio pessoa' composto pela violoncelista RAQUEL REIS, pelo violinista OTTO PEREIRA e pelo pianista JOÃO CRISÓSTOMO. Preparavam-se para interpretar o "Trio" de António Fragoso, um outro "Trio" (ainda sem nome) composto para eles por Mário Laginha, a composição "Drives" de Vasco Mendonça e um arranjo criado pelo próprio 'trio pessoa' de música tradicional portuguesa.
Saí do TAGV uma hora e meia depois e com a sensação de que tinha ouvido um dos melhores concertos dos muitos que tive o prazer de ouvir este ano. Parece exagero, mas a qualidade extraordinária dos intérpretes, aliada à criteriosa escolha e alinhamento do reportório fizeram deste evento concertístico algo de sublime, de etéreo que provocou nos 'sortudos' espectadores uma alma cheia...
De Fragoso é difícil falar, mas ouvi muitas observações de que tinham escutado a 'sua' obra prima; de Mário Laginha apenas desejo dizer que a peça entra facilmente nos nossos ouvidos e  é muito bela 'sentindo-se' que o Autor a escreveu pensando naqueles excelentes intérpretes que têm um lindo projecto de divulgar a boa (muito boa...) música portuguesa.  Seguiu-se a "Drives" de Vasco Mendonça. Soubemos que é uma das suas primitivas composições e que foi escrita quase no final dos seus estudos. Mas, apesar de se sentir um certo ar de juventude, vê-se que ela é muito bem construída e que já revela aquele grande compositor de que tanto gostamos. Finalmente, e para, no dizer de João Crisóstomo, o final do concerto mostrou-nos não só a veia criativa do 'trio pessoa', como a sua capacidade e excelência interpretativa. Um cantar alentejano, outro açoreano e, finalmente, um corridinho algarvio fecharam este concerto quase que solicitando ao extasiado público que não percam qualquer actuação deste 'trio pessoa', pois dificilmente se irão esquecer destes três artistas que um dia resolveram juntar-se para nos darem BOA MÚSICA PORTUGUESA.



Por isso apelo a todos os leitores deste blogue que adiram à operação de crowdfunding que o 'trio pessoa' lançou para poderem editar em CD este belíssimo concerto, pois garanto-vos que a causa deles é nobre e em prol da Música Portuguesa. Aqui vai o link do crowdfunding e corram a dar-lhes um pequeno auxílio em prol da boa música portuguesa e dos seus óptimos intérpretes: http://ppl.com.pt/pt/prj/trio-pessoa


É um acto de grande empenho na CULTURA PORTUGUESA...por favor, comecem já a ajudá-los e sem demoras.

26/06/14

BOA MÚSICA PORTUGUESA... PELO "TRIO PESSOA"


RAQUEL REIS, violoncelista, OTTO PEREIRA, violinista e JOÃO CRISÓSTOMO, piano, constituem o TRIO PESSOA  que nos apresenta um projeto musical novo que tem como origem a paixão comum pelo repertório de trio com piano e pela boa música de autores portugueses. 

Criado em 2010, o TRIO PESSOA é composto por músicos eméritos, dois deles membros dos naipes de cordas da Orquestra Gulbenkian  tendo o pianista terminado a sua licenciatura na Academia Nacional Superior de Orquestra com a nota máxima de 20 valores.

Procuram, com este ambicioso projeto, divulgar a música escrita por autores portugueses para trio com piano e abrir  novos horizontes para a criação de novas obras.

O concerto do próximo dia 8 de Julho, no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, será um belo exemplo destes ideais do TRIO PESSOA, pois do seu programa constam as seguintes obras:


  • ANTÓNIO FRAGOSO - Trio em Dó Sustenido Menor
  • MÁRIO LAGINHA -  Trio para Violino. Violoncelo e Piano
  • VASCO MENDONÇA - 'Drives' para Violino, Violoncelo e Piano
  • Música Popular Portuguesa, num arranjo do Trio Pessoa

Cremos que, com este programa, o TRIO PESSOA está a prestar um importantíssimo serviço à cultura musical portuguesa. E, de certeza, o público que assistir a este evento musical não dará a noite como perdida.

E atrevemo-nos a dizer: obrigado TRIO PESSOA por nos dar excelente música portuguesa.

16/05/14

Hoje, só vou falar de um pequeno concerto... mas é muito especial.

De que se trata?

No próximo dia 21 do corrente mês de Maio, pelas 18,00 h. e na Biblioteca Joanina, da Universidade de Coimbra, vai ter lugar uma cerimónia com um significado muito, muito especial... trata-se da

DOAÇÃO DO ESPÓLIO DE ANTÓNIO FRAGOSO à Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, acto para o qual todos os fragosianos estão convidados a assistir. Finda a assinatura do contrato de doação, serão interpretadas, pelos pianistas Margarida Prates, Pedro Afonso Ribeiro e Manuel Araújo, algumas das suas peças para piano mais marcantes
  


Com este gesto, os Herdeiros de António Fragoso, e a sua Associação António Fragoso, estão a contribuir para o cumprimento de um dos seus principais objectivos estatutários que é a divulgação plena da sua obra, a musical  -  mais conhecida - e a literária - completamente inédita.
Mas não creiam que, com este gesto, a Associação António Fragoso termina com a sua permanente acção de dar conhecimento da sua obra a todo o mundo, visto que a totalidade deste Espólio foi previamente digitalizado. Além disso, e a partir de agora, os originais serão preservados e recuperados com base em técnicas bibliotecárias de conservação de manuscritos, os alunos e estudiosos da Obra de Fragoso têm agora o acesso mais facilitado e, nós, na Associação, vamos prosseguir com as acções de tornar António Fragoso mais um imortal da música mundial.
É uma promessa que queremos e vamos cumprir.  As novidades vêm muito em breve...

04/05/14

PIANO E ORQUESTRA EM GUIMARÃES. Grande oportunidade de passar um belo início de noite na sexta-feira, dia 9 de Maio


ILARIA LOATELLI é a pianista que vai interpretar, conjuntamente com a ótima ORQUESTRA DO NORTE, o concerto nº 1 para piano e orquestra de Tchaikovsky.

Acreditamos, dada a valia imensa de todos os artistas nele envolvidos, que será um concerto que dificilmente será esquecido.   Por isso, vos convidamos a não perderem este momento de Grande Música, que terá lugar no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, na próxima sexta-feira, dia 9 de Maio, pelas 21,30 h. 

Ilaria Loatelli é uma extraordinária pianista, premiadíssima em concursos internacionais, que frequenta a classe de Mestre Aquiles Delle Vigne na 'Academia Internacional de Música de Coimbra'. Acabou de gravar um disco para a 'Associação António Fragoso'.

Por sua vez a  ORQUESTRA DO NORTE,   já é suficientemente reconhecida  -   e superiormente gerida pelo seu Maestro titular J. Ferreira Lobo  - para, em conjunto, nos darem um concerto que classificaríamos de 'inolvidável'. Do programa fazem parte o já referido Concerto nº 1 de Tchaikovsky e a Sinfonia nº 4 de J. Brahms.


A excelente Orquestra do Norte vai, neste concerto, ser dirigida pelo conceituado Maestro VLADIMIR KIRADJIEV de nacionalidade russa, mas há muito a viver e dirigir orquestras na Áustria, Alemanha, França, Itália, Suíça, Bulgária, Rússia, México, Colômbia, China e Polónia onde atualmente desempenha as funções de primeiro Maestro convidado da Opera Estatal Szcz.

Guimarães pode orgulhar-se de poder oferecer aos seus habitantes (e não só) este concerto que aconselhamos vivamente a não faltarem.


28/04/14

Grande Recital "OS PRIMÓRDIOS DO MODERNISMO"

                                                                                                    GALINA ZHUKOVA

Esta é a pianista que, às 21,30 h. do próximo dia 7 de Maio e no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, tocará peças de compositores do princípio do século XX, num concerto comentado pelo Mestrando da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, João Figueiredo.
Galina Zhukova é uma extraordinária pianista já galardoada com numerosos prémios em competições internacionais de piano e é também professora assistente de piano na Universidade de São Petesburgo, Rússia, e, simultâneamente, é aluna de Mestre Aquiles Delle Vigne, na cada vez mais reconhecida 'Academia Internacional de Música de Coimbra'.

Do programa destaca-se: 

Mily Balakirev  - "Dumka"(1901)
Claude Debussy  - "L'isle Joyeuse"(1905)
Sergei Lyapunov - "Summer Night" (1910)

Sergei Rachmaninov -  Étude- tableau op. 33 "The Snowstorm" (1911)
                                         -  Prelude g-moll op.23
Karol Szymanowsky -  Don-Juan's Serenade from "Masques" (1916) 


Venha deliciar-se, ouvindo uma virtuosa pianista num concerto que vai perdurar na sua memória, tal é a 'alma' e a técnica da concertista, mas também pelas composições por ela interpretadas, de uma beleza inesquecível. 

13/12/13

VAMOS HOMENAGEAR WAGNER E VERDI no 2º CICLO INTERNACIONAL DE PIANO"





A 19 e 20 de Dezembro próximo, dois concertos em Lisboa  (Teatro Nacional de São Carlos - às 17 h), e outros dois em Coimbra (Teatro Académico de Gil Vicente - às 21,30 h)  em que se vão homenagear os grandes WAGNER e  VERDI através de doze excepcionais pianistas que interpretarão as belíssimas transcrições de Liszt (e não só)  no "2º CICLO INTERNACIONAL DE PIANO, organizado pela Associação António Fragoso e pela Academia Internacional de Música de Coimbra, superiormente dirigida artisticamente pelo Mestre Aquiles Delle Vigne.

Pianistas como Manuel Araújo (português), Paolo Baglieri  (italiano), Ilaria Loatelli (italiana), Marina Kan (russa),  Evgenya  Antonova (russa) - no I programa; a 19/12  no  São Carlos e a 20 no Gil Vicente -  Sabine Weyer  (luxemburguesa), Galina Zhukova (russa), Lysianne Chen
 (taiwandesa), Maria Yulin (israelita), Chihiro Kubo (japonês)  e o Duo Yordanova & Kyurkchiev (búlgaros) são os fantásticos intérpretes deste 2º Ciclo Internacional de Piano.

 No Teatro Nacional de São Carlos, onde simultâneamente  decorre uma exposição dedicada a estes dois Imortais  Compositores, os concertos serão, nos dois dias, às 17,00 horas. Aí, o primeiro dia será dedicado ao I Programa e no    dia seguinte ao II Programa.
 No Teatro Académico Gil Vicente será no dia 19 tocado o II  Programa e, no dia 20, o I Programa, ambos às 21,30 H.
  
A Associação António Fragoso e a Academia Internacional de Música de Coimbra 'Aquiles Delle Vigne' sentem-se muito honradas por serem acolhidas com este seu "2º CICLO INTERNACIONAL DE PIANO" nos Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, e no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, a quem agradecem penhoradamente.
E a todos os que gostam de música têm neste Ciclo uma oportunidade única para assistirem a uma fantástica gala pianistica. 

07/11/13

REDESCOBRINDO O BARROCO pelas mãos da pianista MARIA YULIN


É num piano como este que amanhã, dia 8 de Novembro, a israelita MARIA YULIN nos vai ajudar a RESCOBRIR O BARROCO num concerto que tem lugar no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra e às 21,45 h.

Com comentários do doutorando Octavio Páez Granados, este recital começa por Domenico Scarlatti, que viveu em Coimbra como compositor da corte do rei D.João V, passa
para o grande, grande imortal João Sebastião Bach e  termina, por sua escolha, com duas sonatas do coimbrão Carlos Seixas.   Maria Yulin nasceu em S. Petesburgo, na Rússia, onde começou com os seus estudos e aos 10 anos mudou-se com a sua Família para Jerusalém.

Os prémios ganhos em competições internacionais de piano não têm fim e as suas performances nas grandes salas tem acolhido aplausos da crítica e do público.  
Este concerto comentado permite assim que o público com menor cultura musical melhor conheça os Grandes Compositores  deste notável período musical, como Bach, Scarlatti e Seixas. 

E, neste concerto, vão estar presentes alunos da Faculdade de Letras para se aperceberem de todos os matizes desta sensacional pianista e, mais tarde, poderem escrever o que 'sentiram'  neste imperdível concerto. Venha connosco RESCOBRIR O BARROCO amanhã no TAGV.

Maria Yulin é mais uma aluna da Academia Internacional de Música de Coimbra, que sob a Direção Artística de Mestre Aquiles Delle Vigne, tem vindo afirmar-se cada vez mais nos meios musicais nacionais e internacionais.

29/10/13

POR FAVOR, NÃO DEIXEM ESQUECER ANTÓNIO FRAGOSO....

Será que corremos o risco de esquecer...

A N T Ó N I O   F R A G O S O?

SIM,

  • Porque, depois de toda a sua obra musical ter sido revista tecnicamente pela Universidade de Coimbra, todas as suas composições terão de ser objeto de revisão por um compositor de reconhecidos méritos, e isso custa alguns milhares de euros;

  • Porque logo a seguir, teremos que fazer a notação e a indispensável revisão da notação. Também isso custa mais alguns milhares de euros;

  • Depois desejamos colocar num site todas as suas partituras para que possam ser utilizadas por músicos de todo o mundo. Ora a criação de um site tem os seus custos…

  • Também o seu inédito espólio literário já foi transcrito, estão a desenrolar-se novas investigações sobre o percurso de vida de António Fragoso e prevemos receber os textos para serem publicados em finais de 2014. Mais investimento…

  • Ao longo destes últimos três anos, um crescente número de artistas estrangeiros têm vindo a interpretar a música de Fragoso. Consideram-na de grande valor e colocam-na na classe dos grandes compositores imortais, mas continuam a ter enormes dificuldades em obter as suas partituras…

  • O que se está a descobrir, conduz à elaboração de uma indispensável nova Biografia, porque o que de novo se está a estudar sobre Fragoso a isso obriga. E, como sabem, um livro custa a escrever e a editar. Não temos, nem tivemos até agora qualquer subsídio governamental e só recebemos um apoio do Município de Cantanhede para a edição de uma coleção de CD’s temática intitulada “Eternal Music” que nos apresenta Fragoso ‘ao lado’ dos grandes compositores imortais, como Beethoven, Mozart, Mahler, Debussy, Schubert, Chopin e tantos outros. Concorremos a apoios, mas esta coleção não foi contemplada com qualquer subsídio estatal, apesar de ser visível que, desta maneira, Fragoso se tornava num deles e se internacionalizava. Reproduzir os dez discos e comercializá-los no mundo inteiro, custa também  milhares de euros…

  • Um conceituado e muito famoso pianista estrangeiro está a gravar a Integral de Piano de António Fragoso. Apesar de termos negociado condições bastante favoráveis, o CD,  sua gravação e reprodução custam dinheiro….

  • Também uma das nossas maiores sopranos, acompanhada por um reconhecido acompanhador, nos propôs gravar a Integral de Canto…

  • E muitos mais projetos de colocar António Fragoso no patamar da fama que ele tanto merece, existem, mas têm sido adiados sine die. Até quando?

Mas, não podemos continuar a adiar tudo e “também a sua obra”…
E de Fragoso só se pode dizer, como fazia o Maestro Pedro de Freitas Branco, que “tinha a envergadura necessária para se tornar o maior compositor português de todos os tempos”.

Mas para que tudo isto se concretize, precisamos da generosidade dos nossos AMIGOS.

Pode contribuir com qualquer quantia e será “Mecenas Cultural de Fragoso”. A  Associação António Fragoso foi reconhecida entidade de Interesse Cultural, por Despacho do Secretário de Estado da Cultura, datado de 21 de Janeiro de 2013. Assim, o seu donativo usufrui dos benefícios fiscais em IRS ou IRC, ao abrigo da Lei do Mecenato (Art.º 62 ou 63º do Estatuto dos Benefícios Fiscais).

Poderá remeter-nos o seu donativo por cheque ou por transferência bancária para a nossa conta
com o NIB 0035 0632 00000136530 96

Ou para o     IBAN  PT50 0035 0632 00000136530 96                                      
com  o   BIC Swift  CGDIPTPL

Por facilidade administrativa, solicitamos o envio do comprovativo da transferência bem como o seu NIF e morada para remessa do respectivo recibo. Se quiser fazê-lo anonimamente, só pode contar com a nossa eterna gratidão.

Para o esclarecimento de qualquer dúvida pode usar o telf. 961 328 336 ou para a nossa sede sita no 
Largo António de Lima Fragoso, nº 12
3060 - 503 POCARIÇA

ou para o nosso mail: aaf@antoniofragoso.com

Desde já, o nosso amigo BEM HAJA, porque está a contribuir para que António Fragoso não seja esquecido pelas gerações vindouras e se torne IMORTAL.                                                                     
                                                                        A Direção da
                                                           Associação António Fragoso                                                        
Pocariça, Outubro de 2013  

        













21/10/13

Concerto de Homenagem a Helena de Sá e Costa, por MANUEL ARAÚJO

Uma nova parceria nasceu, e logo com uma

 Homenagem à grande pianista 

HELENA DE SÁ E COSTA

De facto, um simpático convite da A2C2 - Associação dos Amigos do Conservatório de Música de Coimbra, à nossa Associação António Fragoso e à sua Academia Internacional de Música de Coimbra 'Aquiles Delle Vigne'originou que se estabelecesse um acordo de parceria para se promoverem em conjunto alguns recitais durante as suas Temporadas de "Concertos às Quintas". E é já na próxima quinta, dia 24 e pelas 21,30 h, que o pianista e Sub-Diretor Artístico da 'Academia Internacional de Música de Coimbra' MANUEL ARAÚJO vai inaugurar esta parceria com um recital em que interpreta:

  • J.S.BACH - Prelúdio e Fuga BMW 853 em Mi b m
  • J. HAYDN - Sonata Hob XVI: 48 em Dó M
  • F. SCHUBERT - Fantasia em Dó M ,opus 15 (Wanderer)
  • A. FRAGOSO - Nocturno em Ré b M
  • L. COSTA - Cachoeiras da nossa terra e Fiandeira
  • I. STRAVINSKY - Trois Mouvements de Petrouchka
Sobre Manuel Araújo nada melhor para o definir como pianista do que as próprias palavras de Helena Sá e Costa: "dotado de um desenvolvimento enorme, de capacidade pianística, sonoridade e arrebatamento, sensível poesia, virtuosismo, abrange vários géneros e salta à nossa vista o seu conhecimento das obras e a variedade do toucher. Com grande força interior, que os anos irão desenvolver. Um pianista brilhante." 

 É com orgulho que a Associação António Fragoso aceita o desafio da A2C2, convidando para dar início a esta parceria o seu Conselheiro Artístico, MANUEL ARAÚJO, um 'enorme' pianista .
                           
O concerto realiza-se no Grande Auditório do Conservatório de Música de Coimbra, sito à Rua Pedro Nunes, em Coimbra, no dia 24, pelas 21,30 h.

Não percam este concerto..... prometemos uma brilhante atuação.

14/10/13

E AGORA??????

Depois de um extraordinário fim de semana todo ele pensando em António Fragoso e no maravilhoso concerto dos dias 12 / 13 e da emocionante missa seguida da comovente romagem ao seu túmulo. Todos reconhecem que o concerto foi considerado como um concerto inesquecível.
Mas a vida continua e esta Associação António Fragoso vai, já no próximo fim-de-semana dar uma volta de 180 graus: sim, vamos passar rapidamente de uns dias  de saudade e nostalgia para rumarmos para  outros completamente descontraídos e meio loucos. Sim, porque no próximo sábado vamos todos 'BOMBAR' à custa da Orquestra Ligeira - OPUS 21 num GRANDIOSO BAILE DOS BOMBEIROS. Sim, de facto, no próximo dia 19/10, a partir da 21,00 h, vamos todos acorrer ao salão nobre dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, onde se realizará um revivalista baile. Vamos ter cavalheiros de gravata - cada a oito agulhetas - e damas a condizer - a seis opus cada - que dançarão ao som da excelente ORQUESTRA LIGEIRA - OPUS 21, um dos novos agrupamentos da nova Academia de Música António Fragoso, sob a magistral direcção do Maestro Evaristo Neto. Tocarão  músicas que vão das mais famosas canções dos anos 20 às mais conhecidas dos anos 60. No intervalo das suas actuações o DJ MBaptista porá todos os pares a dançar seguindo o mesmo critério da Orquestra,ou seja, música para SE DANÇAR.
Ah!! Não se esqueçam que, como nos mais antigos bailes, haverá um BUFETE para se animar e dançar sem passar fome ou sede.    

E este baile servirá para angariar fundos a favor dos valorosos Soldados da Paz, a quem todos muito devemos.

NO SÁBADO, DIA 19, VAMOS TODOS, MAS MESMO TODOS AOS BOMBEIROS E DANCEMOS...DANCEMOS...DANCEMOS.

10/09/13

REENCONTRO COM ANTÓNIO FRAGOSO - concerto comentado













"António Fragoso tinha a envergadura necessária para se tornar o maior compositor português de todos os tempos. Era um músico  intelectual.  A   sua vincada   personalidade impunha-o tanto à nossa admiração, como o seu génio de compositor... e morrer aos vinte e um anos é quase não ter vivido."
                                     * Maestro Pedro de Freitas Branco


Fruto da terrível gripe pneumónica. António Fragoso morria aos vinte e um anos, tendo, nesse ano de 1918, terminado o seu Curso Superior de Piano, com nota máxima, no Conservatório de Música de Lisboa.  E, depois de umas merecidas férias na sua terra natal, Pocariça, concelho de Cantanhede, iria para Paris continuar os seus estudos sob a direção de Vincent D'Indy, na famosa 'La Scuola Cantorum', para onde partiria oito dias após a sua morte.

E é esta morte que queremos relembrar com um Concerto Comentado por Margarida Prates e a que demos o título de "REENCONTRO COM ANTÓNIO FRAGOSO" onde alguns 'amigos' da Academia Internacional de Música de Coimbra Aquiles Delle Vigne' e outros artistas amigos desta Associação interpretarão algumas das suas composições mais marcantes de piano, canto e música de câmara.  Algumas dessas composições não são tocadas em Coimbra há mais de trinta anos.  Também serão apresentadas algumas das peças inéditas, entretanto descobertas.

O Concerto será no Teatro Académico Gil Vicente, no próximo dia 12 de Outubro, pelas 21,45 h e vai ser recheado de boa música e de muitos amigos de António Fragoso.

Se os comentários serão feitos, como atrás se diz, por Margarida Prates, os intérpretes serão os pianistas Irene de Juan Bernabeu, Magdalena Haubs, Manuel Araújo, Margarida Prates e Pedro Lopes; no violino teremos a peruana Maria Balbi e no violoncelo a francesa Catherine Strincks; no canto a soprano Leonor Barbosa de Melo e....

Se a sua música ao ser interpretada permite uma boa recordação de António Fragoso, no dia 13, recordá-lo-emos e a todos os seus Irmãos e Pais numa missa que será celebrada na Igreja da Pocariça às 10.30 h.
Seguir-se-á uma romagem ao cemitério local, onde será colocada uma coroa de flores junto aos seus restos mortais.

Prestamos assim uma merecida homenagem a quem muito deu (mais do que todos podem imaginar e que a seu tempo virá à luz do dia) à Cultura Portuguesa.

Acompanhem-nos neste "REENCONTRO COM ANTÓNIO FRAGOSO"...





30/04/13

UM NOVO MÉTODO NUMA NOVA ESCOLA

é assim que se vai chamar mais um estabelecimento de ensino musical a instituir  Concelho de Cantanhede e com sede na casa natal de António Fragoso, na Pocariça.
Esta escola vai dedicar-se ao ensino de todas as valências de sopro, desde os clarinetes, até aos trombones, trompetes e, entre todos os outros, tubas. Além de que iniciaremos também o ensino e formação de coros, um infantil e outro de adultos.
O grande pianista e designer João Vasco escreveu, ao criar o logotipo da Escola, "o tipo de letra tem uma elegância bem patente nas fotografias que conheço de António Fragoso e, em vez do acento no 'o' optei pelo toque subtil da 'fermata'. Ela tem um efeito suspensivo e de prolongação quando aplicada a uma nota (ou pausa) e, por isso, achei interessante a ideia de 'suspensão' associada a António Fragoso, assim como a sua música lhe concedeu já um carácter de eternidade, como que um prolongamento da vida."
Esta frase de João Vasco deu-nos ainda mais alento para criar este estabelecimento de ensino, que parte do 'iniciático', à 'técnica instrumental' e, finalmente, ao ensino prático que é ministrado através de orquestras ou ensembles .
O primeiro Concerto Inaugural será já dado no próximo dia 4 de Maio, nos Claustros da Câmara Municipal de Cantanhede e às 21,45 h. E será interpretado pela OPUS 21 - Orquestra Ligeira
Logo no dia 18 e dando brilho à comemoração do Dia dos Museus, o Coro Infantil "CANTEMUS" e o OPUS 21 - Quarteto de Clarinetes darão no Museu da Pedra, também em Cantanhede, um concerto pelas 17 horas. Mas disso falaremos mais daqui a uns dias.
Também nos dias 24 e 25 estes ensembles musicais irão dar mais concertos, animando a Festa da Baixa Portuense, promovido pelo Centro Nacional de Cultura. E mais se seguirá...


12/04/13

Os ELEMENTOS DA VIDA - a ÁGUA em concertos comentados no TAGV

.

É já no próximo dia 19 de Abril, sexta-feira, que a Associação António Fragoso, com a sua Academia Internacional de Música 'Aquiles Delle Vigne', de Coimbra, que dá início ao seu ciclo OS ELEMENTOS DA VIDA, em concertos comentados para se perceber porque os grandes Compositores dedicaram à Água. ao Fogo, ao Ar e à Terra melodias extraordinárias.

Com comentários pelo Musicólogo e Compositor Francisco Pessanha, atuarão
as pianistas ILARIA LOATELLI, MAGDALENA HAUBS E GALINA ZHUKOVA.
GALINA ZHUKOVA

MAGDALENA HAUBS


ILARIA LOATELLI
 Três grandes pianistas da Academia Internacional de Música de Coimbra e que vão interpretar composições sobre a Água de Ravel, Fauré, Liszt, Rachmaninov e Lyapunov.


Será um concerto
fascinante e aliciante.


Os restantes concertos comentados sobre os ELEMENTOS DA VIDA  terão lugar nas seguintes datas: 07 de Junho, o FOGO; 20 de Setembro, o AR; e a 8 de Novembro, a TERRA.
Adiram a este Ciclo, que além de se deliciarem com os grandes pianistas da Academia Delle Vigne, tomarão consciência da importância da ligação da Música aos Elementos da Vida.
Contamos consigo...

04/02/13

Venha passar o "DIA DOS NAMORADOS" no Museu Nacional Machado de Castro

Dia 14 de Fevereiro.... ofereça ao seu / sua "mais que tudo" no DIA DOS NAMORADOS um romântico concerto no renovado e lindíssimo Museu Nacional Machado de Castro.
Vai ser um recital inolvidável. Porque o repertório é apelativo das mais amorosas sensações; e também porque será interpretado pela virtuosa pianista russa GALINA ZHUKOVA.    A Associação António Fragoso orgulha-se de trazer a Coimbra e ao Museu Nacional Machado de Castro uma credenciada pianista que, apesar da sua juventude, já tocou nas mais consagradas salas e com ótimas orquestras.

O concerto será às 21,30 h, e os bilhetes serão a 8,00 € para adultos e 5,00 € para séniores e estudantes; se namorar pode e deve levar o seu par (qualquer que seja a vossa idade...) e os dois bilhetes ficarão por apenas 10,00 €
 O número de lugares é limitado, pelo que agradecemos que rapidamente faça a sua reserva pelo telefone  239 853 070.

Corra, reserve os bilhetes e faça uma surpresa romântica ao seu AMOR no Dia dos Namorados.

E, se não namorar, venha assistir a um concerto memorável.

21/01/13

DEBUSSY, A ACADEMIA DELLE VIGNE E A ASSOCIAÇÃO ANTÓNIO FRAGOSO

Já estamos em 2013 e nem uma linha sobre o sensacional CICLO CLAUDE DEBUSSY que decorreu de 13 a 15 de Dezembro último....E ISSO NÃO SE DEVE FAZER, ATÉ POR RESPEITO AOS NOSSOS LEITORES.
Foram 17 Heróis e devo aqui referir e relembrar os seus nomes (por uma ordem aleatória) até porque tocaram como virtuosos que são e de uma maneira inesquecível. Manuel Araújo, Lysianne Chen, Ilaria Loatelli, Cao Wei, Margarida Prates, Duo Marchionni, Aldo Dotto, Luca Delle Donne, Isabel Dombriz Martialay, Galina Zhukova, Marina Kan, Irene de Juan Bernabéu, Magdalena Haubs, Claudio Constantini, Carlo Michini e Paolo Baglieri.


Foram nove concertos fantásticos, no Teatro Nacional de São Carlos, Teatro Académico Gil Vicente e Auditório do Museu Nacional Soares dos Reis. Lisboa, Coimbra e Porto puderam ver e ouvir dezassete pianistas que ficam na história da música em Portugal. E, sempre presente Mestre Aquiles Delle Vigne que preparou este Ciclo Debussy como se fosse uma escultura musical. Obrigado a todos.

30/11/12

CICLO CLAUDE DEBUSSY: uma singela homenagem ao imortal compositor francês

Trata-se de um acontecimento inédito e único no panorama cultural português: 17 jovens de oito países, mas já consagrados pianistas da Academia Internacional de Música 'Aquiles Delle Vigne',  vão interpretar, nos dias 13, 14 e 15 de Dezembro próximo, a 'quase' Integral da Obra para piano de Claude Debussy, comemorando assim  os 150 anos do seu nascimento.  Estes concertos dar-se-ão simultâneamente no Foyer do Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra e no Auditório do Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto.
Serão interpretados todos os seus Prelúdes ,
todas as suas Images , os seus Études, as  suas Estampes e ainda as peças Pour le Piano, Petite Suite e L'Isle Joyeuse. 

A Introdução ao 'Ciclo' será feita pela Profª Doutora Barbara Aniello que apresentará um texto intitulado "António Fragoso e Claude Debussy: crónica de um encontro pessoal".  Prestar-se-á também uma pequena homenagem ao Mestre Pintor Josê Cândido, artista plástico melómano que, entre muitos dedicados à música, pintou alguns quadros dedicados a Debussy.
Os bilhetes serão acessíveis e na compra de bilhetes para os dois primeiros concertos oferece-se o do terceiro totalmente gratuito.





21/11/12

AS CONFERÊNCIAS DE BARBARA ANIELLO

A Profª. Doutora BARBARA ANIELLO, italiana, estará em Coimbra, a pedido da Associação António Fragoso, nos próximos dias 11 e 12 de Dezembro para dar duas conferências subordinadas ao tema "DEBUSSY E SKRJABIN: DOIS CASOS SINESTÉTICOS - da Música à Pintura e Retorno". 
Estas conferências, às 16 horas e na Casa das Caldeiras, destinam-se a todos os interessados da Faculdade de Letras, principalmente ao Grupo de Estudos Artísticos e aos da licenciatura em História de Arte, quer sejam docentes ou discentes. A entrada é livre, mesmo para pessoas que não pertençam à Universidade de Coimbra, mas que se interessem pela Música Inter-Artes.

Impressionismo, Simbolismo, Abstracionismo são etiquetas inapropriadas para atingir a dimensão multi-sensorial da música de Debussy e de Skrjabin. Apesar disso, no confronto contínuo entre as suas partituras  e as telas de Monet, Delville, Kandinskij é possível recompor os fragmentos de um diálogo inter-artes que consente interpretações inéditas da música dos grandes mestres.

Acorram à Casa das Caldeiras, dias 11 e 12 de Dezembro, às 16 horas e fiquem a saber como a música está profundamente ligada a outras artes, nomeadamente à pintura.
Barbara Aniello, violoncelista, musicóloga e professora agregada da Universidade Católica de Lisboa. É bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia. A sua tese de doutoramento é exatamente "A Música Inter-Artes", um tema fascinante a descobrir.
E preparem-se para aderir, nos dias seguintes e sem reticências a um evento único que será o CICLO CLAUDE DEBUSSY: 17 virtuosos da Academia Internacional de Música 'Aquiles Delle Vigne' interpretam a integral de piano desse enorme compositor imortal.